Automation Suite
2022.4
falso
Imagem de fundo do banner
Guia de instalação do Automation Suite
Última atualização 12 de fev de 2024

Etapa 3: etapas de pós-implantação

Importante: atualmente você pode usar o modelo de implantação do GCP somente com o Automation Suite 2023.10. Portanto, recomendamos consultar a documentação do Automation Suite 2023.10.

Esta página orienta você pelas etapas necessárias para acessar e gerenciar o Automation Suite depois que a implantação tiver sido concluída.

Atualização de certificados

Importante:

O processo de instalação gera certificados autoassinados em seu nome. Esses certificados expirarão em 90 dias e você deverá substituí-los por certificados assinados por uma Autoridade de certificação (CA, na sigla em inglês) confiável assim que a instalação for concluída. Se você não atualizar os certificados, a instalação deixará de funcionar após 90 dias.

Para obter instruções, consulte Gerenciamento de certificados.

Acessando as saídas da implantação

Para obter as saídas da implantação, siga as seguintes etapas:

  1. Abra um terminal.
  2. Acesse o diretório do qual você executou a implantação dos comandos.
  3. Execute o seguinte comando:
    terraform outputterraform output

A saída deve se parecer com a seguinte imagem:



Definições de saída

As saídas proporcionam a vocês as informações necessárias para acessar o pacote e o cluster.

A tabela a seguir descreve os valores:

Chave

Description

fqdn

O nome de domínio totalmente qualificado fornecido para a instalação. Certifique-se de usar o mesmo ao configurar o DNS.

Para obter instruções sobre como configurar o DNS, consulte:

lb_ip

O endereço IP do balanceador de carga usado para configurar o DNS.

bastion_ip

O endereço IP da VM do bastião necessário para acessar o cluster via SSH.

deployment_id

A ID da implantação incluída no nome de todos os recursos em uma implantação.

db_credentials

A URL para o segredo que contém as credenciais do banco de dados.

as_host_credentials

A URL para o segredo que contém as credenciais da organização do host no portal do Automation Suite.

as_default_credentials

A URL para o segredo que contém as credenciais da organização do host no portal do Automation Suite.

argocd_credentials

A URL para o segredo que contém as credenciais do console do ArgoCD usado para gerenciar os produtos instalados.

Acessando os serviços

Ou então, você pode seguir as instruções em Configuração de uma máquina cliente para acessar o cluster apenas para fins de testes.

Se usar um certificado autoassinado, você pode receber um error de certificado, conforme mostrado na imagem a seguir.



Acessando o portal do Automation Suite

Você pode acessar o portal do Automation Suite em https://<fqdn>. Você pode obter as credenciais por meio de um segredo disponível em:
  • as_host_credentials URL para a organização do host;
  • as_default_credentials URL para a organização padrão.

Acessando o ArgoCD

Você pode acessar o console do ArgoCD em https://alm.<fqdn>. Você pode obter as credenciais por meio de um segredo que pode ser encontrado na URL argocd_credentials.

Acessando o Rancher

Você pode acessar o console de monitoramento em htpps://monitoring.<fqdn> . O nome de usuário é admin, e a senha pode ser obtida da seguinte forma:
  1. Conecte-se a qualquer um dos nós do servidor pelo SSH (bastion_ip pode ser encontrado nas saídas da implantação):
    ssh -i <path_to_private_key> <username>@<bastion_ip>ssh -i <path_to_private_key> <username>@<bastion_ip>
  2. Execute os seguintes comandos no nó:
    sudo su
    export KUBECONFIG=/etc/rancher/rke2/rke2.yaml PATH=$PATH:/var/lib/rancher/rke2/bin
    kubectl get secrets/rancher-admin-password -n cattle-system -o "jsonpath={.data['password']}" | base64 -dsudo su
    export KUBECONFIG=/etc/rancher/rke2/rke2.yaml PATH=$PATH:/var/lib/rancher/rke2/bin
    kubectl get secrets/rancher-admin-password -n cattle-system -o "jsonpath={.data['password']}" | base64 -d

Acessando o cluster

  1. Abra um terminal e use o SSH para se conectar ao bastião. Você pode encontrar bastion_ip nas saídas da implantação.
    ssh -i <path_to_private_key> <username>@<bastion_ip>ssh -i <path_to_private_key> <username>@<bastion_ip>
  2. A partir do bastião, você pode acessar outros nós via SSH usando o seguinte comando. O nome de usuário deve ser o mesmo usado para se conectar ao bastião. Você pode encontrar o <node_address> no console do GCP, na coluna Internal IP.
    ssh -i .ssh/private_key <username>@<node_address>ssh -i .ssh/private_key <username>@<node_address>

Você deve ver o seguinte painel, que mostra o estado do cluster:



Editando o número de nós

Use o console do GPC para editar o número de nós (nós de servidor ou agente) da seguinte forma:

  1. Na guia Grupo da instância, procure os MIGs e clique naquele que corresponde ao tipo do nó que você deseja modificar.


  2. Clique em Editar.


  3. Modifique o campo Number of instances de acordo com suas necessidades e clique em Salvar.


Remoção da implantação

Se você quiser remover a implantação, siga as seguintes etapas:

  1. Abra um terminal e acesse a pasta na qual você descompactou os modelos.
  2. Execute o seguinte comando:
    terraform destroyterraform destroy
  3. Digite Yes quando for solicitada a aprovação.

Was this page helpful?

Obtenha a ajuda que você precisa
Aprendendo RPA - Cursos de automação
Fórum da comunidade da Uipath
Logotipo branco da Uipath
Confiança e segurança
© 2005-2024 UiPath. All rights reserved.