Orchestrator
latest
false
Guia do usuário do Orchestrator
Automation CloudAutomation Cloud Public SectorAutomation SuiteStandalone
Last updated 22 de jul de 2024

Espaços de Trabalho Pessoais

Um espaço de trabalho pessoal é uma pasta disponível para uso dedicado de um determinado usuário Attended. Você pode habilitar a criação de um espaço de trabalho pessoal para as contas e grupos aos quais deseja conceder acesso ao robô usando Attended Robots. Se estiver habilitado, esse espaço de trabalho é criado automaticamente quando o usuário é provisionado no Orchestrator.

Feed de pacotes

Espaços de trabalho pessoais vêm com seu próprio feed de pacotes dedicados por padrão, o que significa que os pacotes são mantidos separados e disponíveis apenas no espaço de trabalho específico no qual foram publicados. Qualquer pacote que seja adicionado ao espaço de trabalho é implantado automaticamente como um processo no espaço de trabalho.

Os pacotes armazenados no espaço de trabalho pessoal de um usuário existem fora do feed principal do Orchestrator e, assim, não são visíveis ou acessíveis por outros usuários. Para cada pacote carregado, um processo correspondente é criado automaticamente (ou atualizado, no caso dos pacotes e processos existentes), permitindo que o usuário inicie sua automação quase instantaneamente após a publicação, sem necessidade de nenhum acesso ou ação no Orchestrator.

Observação:
  • Iniciar um trabalho em um espaço de trabalho pessoal com seu próprio feed de pacotes é compatível apenas com 2020.10+ Robôs.
  • Se o pacote contiver atividades Trigger, o gatilho da fila ou do tempo correspondente será criado automaticamente em seu espaço de trabalho pessoal.
  • Certifique-se de criar a fila referenciada pelo gatilho da fila antes de publicar o pacote do Studio.

Gatilhos conectados no feed de pacotes

Para acomodar automações baseadas em gatilhos do Studio, a funcionalidade de espaços de trabalho pessoais foi ajustada da seguinte forma:

  • Publicar um projeto no Orchestrator disponibiliza o pacote em seu espaço de trabalho pessoal e cria automaticamente um processo no espaço de trabalho. O processo tem o mesmo nome do projeto do Studio.
  • A republicação do projeto de automação no Orchestrator substitui as propriedades de Queue Trigger definidas pela atividade.

    Por exemplo, se você editar manualmente um gatilho no Orchestrator e definir uma opção de alerta, essa configuração será preservada na republicação. No entanto, uma expressão CRON de gatilho de tempo ou uma previsão de SLA de gatilho de fila é substituída pelo valor presente no projeto do Studio.

  • No momento da publicação, o Orchestrator escolhe entre os runtimes dos espaços de trabalho disponíveis para executar o trabalho. A precedência dos runtimes é a seguinte:

    1. Sem servidor
    2. Produção (Unattended)
    3. Não Produtivo

      Por exemplo, se não existir nenhum runtime Production em seu espaço de trabalho pessoal, o Orchestrator usará um runtime NonProduction disponível. Se não existir nenhum, o trabalho falhará.

Se o runtime selecionado ficar indisponível entre execuções de trabalhos, a próxima execução do trabalho falhará, já que o Orchestrator não procurará o próximo disponível.

Modelo de máquina de espaço de trabalho pessoal

O Orchestrator gerencia automaticamente modelos de máquina para proprietários de espaços de trabalho pessoais. Um modelo de máquina com um tempo de execução do Studio é criado e atribuído automaticamente a cada novo espaço de trabalho pessoal. Isso remove a sobrecarga desnecessária do desenvolvedor, que pode iniciar o trabalho imediatamente no contexto desse espaço de trabalho. Isso inclui publicar projetos de automação e iniciar trabalhos no Orchestrator para fins de depuração.

Os usuários que trabalham em outras pastas além do espaço de trabalho pessoal podem se beneficiar da capacidade de depuração do Orchestrator de seu modelo de máquina, atribuindo-o às pastas nas quais estão trabalhando (ou seja, as pastas às quais foram atribuídos).

Observação: ao atualizar para a v2020.10+, um modelo é criado para cada espaço de trabalho pessoal existente.

Recursos de espaço de trabalho pessoal

  • Pacotes / Processos
  • Trabalhos
  • Ativos
  • Logs
  • Filas e itens de filas
  • Buckets de armazenamento (se a funcionalidade estiver habilitada no nível do tenant)

Administração de espaços de trabalho pessoais

Os usuários com privilégios de administrador podem lidar com todos os espaços de trabalho pessoais em um tenant a partir da página Espaços de trabalho pessoais. Nesta página, um administrador pode verificar o horário do último logon do proprietário do espaço de trabalho e pode executar várias operações:

  • Ver uso - mostra uma visão geral das entidades e trabalhos em execução/pendentes no espaço de trabalho.
  • Convertê-los em pastas - Converte o espaço de trabalho em uma pasta com seu próprio feed de pacote, enquanto cria um espaço de trabalho em branco como substituto do inicial.
  • Explorar seu conteúdo — permite acessar o conteúdo do espaço de trabalho pessoal e executar trabalhos no contexto do espaço de trabalho. O proprietário original do espaço de trabalho pessoal é devidamente notificado sempre que um usuário inicia ou encerra uma sessão exploratória.
  • Excluindo-os

Estados de espaços de trabalho pessoais

  • Ativo - O proprietário é um usuário ativo do Orchestrator.
  • Inativo - O proprietário não é um usuário ativo do Orchestrator, ou seja, foi desativado.
  • Órfão - O proprietário não existe mais como usuário no Orchestrator.

De onde: Contexto do tenant > Pastas > guia Espaços de trabalho pessoais

Consulte Gerenciamento de espaços de trabalho pessoais para obter mais detalhes.

Habilitação de espaços de trabalho pessoais

Você pode habilitar a criação de espaço de trabalho pessoal para uma conta ou grupo ao criar ou editar a conta/grupo na página Gerenciar acesso.

De onde: Locatário > Gerenciar acesso

Você pode habilitar espaços de trabalho pessoais em massa para todas as contas que usam um determinado perfil de licenciamento Attended, independentemente de sua associação ao grupo.

De onde: Tenant > Configurações > Geral > Espaços de trabalho pessoais

Perfis da UI

Os perfis de interface gráfica permitem controlar o nível de detalhes na interface gráfica do Orchestrator para usuários com espaços de trabalho pessoais. Há duas opções disponíveis:

  • Interface padrão — os usuários visualizam todas as pastas em um tenant, os menus do Orchestrator padrão, e podem selecionar seu espaço de trabalho pessoal no seletor de pastas.

  • Espaço de trabalho pessoal — os usuários visualizam uma interface gráfica modificada que mostra o conteúdo do seu espaço de trabalho pessoal e nenhum menu lateral.

    Observação: você não pode alterar o perfil de interface gráfica para seu próprio usuário como um meio de evitar a desativação acidental da funcionalidade principal.

Permissões de espaços de trabalho pessoais

Permissões no nível do tenant para gerenciar os espaços de trabalho de outros usuários:

  • Configurações - Visualizar e Configurações - Editar para permitir o uso de espaços de trabalho pessoais no tenant a partir da página Tenant > Configurações.
  • Usuários - Visualizar e Usuários - Editar para habilitar um espaço de trabalho pessoal para um usuário ou grupo editando-o a partir da página Gerenciar acesso.

Permissões no nível da pasta necessárias para usar um espaço de trabalho pessoal:

  • Alertas - Visualizar para ver alertas gerados para o espaço de trabalho pessoal.
  • Ações - Visualizar, Ações - Editar, Ações - Criar e Ações - Excluir para habilitar a execução de um fluxo de trabalho de longa duração no espaço de trabalho pessoal.
  • Catálogos de ações - Visualizar, Catálogos de ações - Editar, Catálogos de ações - Criar, Catálogos de ações - Excluir para permitir que o usuário gerencie catálogos de ações no espaço de trabalho pessoal.

Esta página foi útil?

Obtenha a ajuda que você precisa
Aprendendo RPA - Cursos de automação
Fórum da comunidade da Uipath
Uipath Logo White
Confiança e segurança
© 2005-2024 UiPath. Todos os direitos reservados.